E-mail: Telefone: (14) 3239-1466
Cartão fidelidade

Governo fará mudanças no calendário de vacinação

voltar

06/01/2016 - Fonte: O Globo

O Ministério da Saúde anunciou ontem mudanças no calendário de vacinação. As doses de reforço para vacinas infantis contra meningite e pneumonia foram alteradas. Além disso, não será mais necessária a terceira dose da vacina de HPV (papiloma vírus humano). Também haverá modificações no tipo de vacina contra poliomielite aplicada quando os bebês têm seis meses de idade.

No caso da vacina contra HPV, serão necessárias agora apenas duas doses: a segunda seis meses depois da aplicação da primeira. De acordo com o Ministério da Saúde, estudos recentes mostraram que duas doses são efetivas para proteger as meninas entre nove e 14 anos de idade. As mulheres com HIV entre nove e 26 anos continuarão recebendo três doses.

Os bebês terão a redução de uma dose na vacina pneumocócica conjugada para pneumonia. Agora serão duas doses, aos dois e quatro meses, seguidas de um reforço, a ser aplicado preferencialmente aos 12 meses, mas que poderá ser administrado até os 4 anos.

A terceira dose da vacina de poliomielite será injetável, e não mais oral. Esta é administrada aos seis meses de idade. A vacina injetável tem vírus inativados, enquanto a oral tem vírus atenuados.

No caso da vacina meningocócica C (conjugada), o reforço não será mais aplicado preferencialmente aos 15 meses de idade, mas aos 12.

Rede Biodrogas © 2013 - Todos os direitos reservados.

Carregando...